O filme foi dirigido por Peter Berg e escrito por Matthew Michael Carnahan e Matthew Sand em colaboração com textos de David Rohde e Stephanie Saul. Veja o vídeo inédito abaixo:

Até o final do ano, Mark Wahlberg será visto em dois filmes baseados em tragédias da vida real: “Patriots Day” e “Horizonte Profundo: Desastre no Golfo”, ambos são dirigidos por seu amigo Peter Berg. Parece que eles estão carregando todo o peso do mundo nas costas, com esses dois filmes, mas se isso vai valer a pena e se vai ser transformado em bons filmes, vamos ter que esperar e ver.

O primeiro filme a entrar em cartaz vai ser “Horizonte Profundo: Desastre no Golfo”, que tem a sua estreia mundial marcada para o Festival Internacional de Cinema de Toronto, e conta a história do pior vazamento de petróleo que já aconteceu. A plataforma Deepwater Horizon, da petrolífera inglesa British Petroleum (BP), explodiu e provocou a morte de uma dezena de trabalhadores e o vazamento de cerca de mil barris de petróleo por dia, a 1,5 km de profundidade, no mar do Golfo do México. No acidente, o petróleo vazou durante 87 dias, se espalhou por mais de 1.500 km no litoral norte-americano, contaminou e matou milhares de animais.

Veja o trailer:

Aqui está a sinopse:

É Abril de 2010. Em uma plataforma de perfuração marítima Deepwater Horizon situada a mais de 70 km a sudeste da costa da Louisiana, no Golfo do México. Um ar de inquietude paira no ambiente enquanto trabalhadores se reúnem com executivos do petróleo britânicos sobre questões urgentes. Os olhos claramente fixos no limite do tempo, o figurões querem acelerar os testes e começar a perfuração. Enquanto isso, os trabalhadores veteranos estão principalmente preocupados com a segurança de seus colegas de trabalho, mas eles vão desafiar as ordens superiores quando milhões de dólares estão em jogo? Como podemos deduzir, um desastre acontece e a Guarda Costeira é acionada, mas cabe aos próprios trabalhadores a bordo salvar o máximo de vidas possível antes que toda a plataforma seja consumida em chamas.

Co-estrelado por Kurt Russell, John Malkovich, Gina Rodriguez, Dylan O’Brien e Kate Hudson, “Horizonte Profundo: Desastre no Golfo” entra em cartaz no dia 29 de setembro, aqui no Brasil.

Veja o “mini featurette” do filme com declarações de parte da equipe:

*mini featurette é um pequeno documentário (até 20min) sobre os bastidores da produção de algum filme.

Saiba mais sobre o acidente:

Segundo o site EcoDesenvolvimento.org, a explosão da plataforma, administrada pela British Petroleum (BP), ocorreu na madrugada de terça para quarta-feira, 21 de abril, em frente à costa do estado americano da Louisiana, a cerca de 75 km da cidade de Venice.

O acidente foi desencadeado por uma bolha de metano que escapou do poço e disparou para cima, pela coluna de perfuração, expandindo-se rapidamente ao eclodir através de diversos lacres e barreiras antes de explodir, informaram funcionários da plataforma entrevistados pela BP, que conduz uma investigação interna do caso.

Ao todo, 11 funcionários morreram no acidente e 17 ficaram feridos com diferentes níveis de gravidade. Além das vítimas, o acidente causou um vazamento submarino que ainda libera milhões de barris de óleo cru no Golfo do México.

Segundo o site greenpeace.org, após o acidente, a empresa Britânica se responsabilizou apenas por metade do vazamento – não indicando quem seria o culpado pelos outros tantos bilhões de litros de petróleo que foram parar no mar. A limpeza começou pouco depois do acidente e de acordo com a petrolífera, mais de US$14 bilhões já foram gastos para mitigar os efeitos do vazamento. Em setembro de 2014, a empresa recebeu uma multa por “grave negligência ao desastre”.

Burning Oil from Oil Rig Disaster

A plataforma real, Deepwater Horizon, ainda em chamas.