Novo filme de ficção científica da Netflix, dirigido por Tony Elliot, com Robbie Amell, foi selecionado para ser exibido na seção ‘Descobertas’ no Festival Internacional de Toronto de 2016 e ganhou seu primeiro trailer

Ninguém quer ter que passar por uma experiência tão traumática quanto ter sua casa invadida por pessoas com más intenções. No entanto, em “ARQ”, novo filme original da Netflix, Robbie Amell não tem muita escolha. O jovem engenheiro Renton, interpretado por Amell, está preso em um loop temporal no qual certas pessoas entram em sua casa, infinitas vezes, para matá-lo enquanto ele tenta proteger uma tecnologia experimental que pode, ou não, ter criado esse loop infinito.

A trama é situada em um futuro distópico, no qual corporações lutam contra nações poderosas, em busca das últimas fontes de energia da Terra. Nesse cenário, Renton (Amell) e Hannah (Rachael Taylor) tentam salvar essa tecnologia experimental, que pode acabar com as guerras. O filme foi escrito e dirigido por Tony Elliott, que faz parte do time de escritores da série “Orphan Black”.

Aqui está a sinopse oficial:

Em um futuro no qual as grandes corporações batalham contra nações soberanas em busca da última fontes de energia do mundo, o jovem engenheiro Renton e sua namorada Hannah tentam salvar uma tecnologia experimental de energia que poderia acabar com essas guerras. A missão de captura dessa tecnologia das mãos do casal cria um loop no tempo, o que faz com que eles tenham que reviver a mesma invasão de domicílio mortal inúmeras vezes. Eles precisam descobrir como parar esse loop temporal e sair dele vivo.

“ARQ” foi oficialmente selecionado para o Festival Internacional de Toronto deste ano, então o público vai ter o primeiro gostinho do filme por lá. Mas aqueles que não tiveram a sorte de assistir à estreia no festival terão a chance de ver o filme quando ele chegar ao catálogo da Netflix no dia 16 de setembro.

arq_05.jpg

ARQ (2016), filme original da Netflix